Convidados

 

      Mariane Bigio 1

 

Mariane Bigio (PE)

Mariane Bigio é poeta, cordelista e contadora de histórias. Tem diversos folhetos publicados e alguns poemas em coletâneas. Integra o Projeto Cordel Animado junto à sua irmã, a musicista Milla Bigio. A dupla já se apresentou em diversos estados do Brasil. Desde 2008, Mariane ministra oficinas de Cordel para o mais diversos públicos, e em 2011 foi contemplada com o prêmio mais cultura de Literatura de Cordel Edição Patativa do Assaré, para a coletânea “O “Que Sou Eu?”, com cordéis infantis para ler e colorir.

 

cordelandia

 

Cordelândia (PE)

A banda CORDEL NDIA é formada por: Susana Morais, Joanna Luna, Camila Ribeiro, Viviane Oliveira. O grupo conta também com a participação de baixista e baterista convidados. A Cordelândia vem participando de vários eventos de relevância no mercado infantil tais quais I Festival de Música para criança 2014; Festival Internacional de Poesia (FLIP) 2013; Festival Recifense de Literatura 2013; 8ª. Bienal da UNE/1ª. Bienalzinha da UNE; Fenekids 2012 ; Hora Da Criança Temporada 2012/2013 da Livraria Saraiva; Projeto Oficina, Cantigas de Roda e Histórias da Prefeitura do Recife/2012; entre outros e por onde passa chama atenção do público e da crítica especializada.

Adelia

 

Adélia Oliveira (PE)

Contadora de histórias, pedagoga, Artesã, estudante das Artes Visuais e Arteterapia. Facilitadora de oficinas sobre mediação de leitura, Contação de histórias e Arte para crianças e público em geral. Adélia tem afinidade com a ludicidade e leva seu público ao muito fantástico da imaginação.

Jojoba foto 1

Jojoba Inácio (PE)

Jojoba Inácio, é formada no curso de contadores de histórias pelo grupo Zumbaiar e no Pronatec pela UFPB. Atualmente leva a magia da cotação para as Aldeias Infantis SOS e espaços que abraçam a contação de histórias .

 

Flavioleta

 

Flavioleta (PR)

 Nascida no Paraná, com formação acadêmica em pedagogia e pós-graduada em ludicidade, contadora de histórias, adotou Pernambuco como estado para difundir ainda mais a sua arte. Ela acredita no que faz e por isso está sempre se atualizando na profissão escolhida com amor, carinho e muita dedicação. Busca em seu repertório a singularidade dos contos, seguindo sempre a trilha traçada pelo coração. Gosta muito de livros e por isso sempre está com um dentro da maleta ou na cabeça. Adora escrever e sempre está com papel e caneta na mão para, de um jeito poético, deixar o mundo mais colorido. Flavioleta hoje trabalha como contadora de histórias e estuda teatro para se encantar e encantar pelos sete cantos do mundo.

 

 

 

viramundo

Vinicius Viramundos (PE)

Vinicius Viramundos é músico, contador de histórias, integrante do CIA Palavras Andarilhas, que promove a Noite de Histórias há 4 anos no Teatro Joaquim Cardozo. Cofundador da Biblioteca Multicultural Nascedouro, é também autor de Quando o Rato Roeu a Roupa do Rei de Roma (outubro de 2013) e O Trem Ascenso (Lançamento em 2014) ambos da Editora Prazer de Ler.

 

Fada Cacholinha

 

Anna Chaves (PE)

Doutoranda em psicanálise pela Unicap e escreve, atualmente, utilizando-se da interface entre narrativas de contos e de casos clínicos. Desde pequenina sempre se encantou pela arte do desenho, da escrita e da interpretação. Depois de anos escutando fantasias em consultório resolveu, recentemente, contar as suas próprias histórias. Fada Cacholinha é um de seus escritos. Anna corporifica a fada em suas apresentações,  e nomeia de META CONTAÇÃO, o recurso de contar uma história dentro da outra. A fada retira histórias de dentro da Cachola, mas ela própria tem uma história, paralelamente, apresentada a criança. Assim, através dessa brincadeira, Anna faz as crianças  voltarem a imaginar, algo muitas vezes esquecido nos dias de hoje, as fadas, bruxas e os dragões.

Cópia de Ilana

Ilana Pogrebinschi (RJ) foi uma das fundadoras da Cia. de Teatro Atores de Laura e trabalhou como atriz de 1991 a 1998 com diversos espetáculos premiados. Em junho de 1997, com Romeu & Isolda representou o Brasil na Biennale Theatre Jeunes Publics – Lyon/França. Contadora de histórias desde 2000 se apresentou no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias,Maratona de Contos do Teatro Dulcina, Festival de Contadores do CCBB , ABZ do Ziraldo na TV Brasil, em diversas unidades do SESC e centros culturais. Ministrou oficinas de formação de Contadores de Histórias na Casa da Leitura da Gameleira no Acre, em Angra dos Reis, em Saquarema, em Niterói, São Gonçalo e no Rio. Também é integrante do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias e participa de apresentações em São Paulo, Brasília, Salvador, Santa Catarina, Curitiba, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Participou de Oficinas de Histórias com Hassane e Toumany Kouyaté, Boniface O Fogo (África), Ana Sofia Paiva (Portugal), Liliana Cinetto (Argentina), Henrique Paez (Espanha), Beatriz Monteiro (Espanha), Alícia Barberis (Argentina), Sérgio Bello (SC), Francisco Gregório (RJ), Warley Goulart (RJ), Deka Teubl e Sônia Sampaio (RJ).

Marcelo Cavalcante

 

Marcelo Cavalcante (PE)

Jornalista formado pela Universidade Católica de Pernambuco. São 18 anos de profissão, desses 14 dedicados a crônica esportiva. Já atuou nas redações dos principais jornais do Recife e, atualmente, é editor do Globo Esporte, da TV Globo Nordeste. Escreveu cinco livros. Dois deles para o público infantil. Dentre eles está Pedrinho e a chuteira da sorte, que conta a história de um supersticioso garoto apaixonado por futebol que, ao perder sua chuteira, acha que não vai mais jogar bem. Mas descobre o talento está dentro dele mesmo. O outro livro é Marina e o passarinho perdido, que escreveu em parceria com sua filha, Marina Negromonte, de apenas 7 anos.